Clínica de Acupuntura Dr.Trezza Atendemos crianças com utilização de laser, cristais e colorterapia, sem utilização de agulhas



Rua Catequese 1149- conj 54-Vila Guiomar- Santo André
Rua Mato Grosso 421- B. Santa Terezinha - Santo André
Celular/WhatsApp (11) 96760-2412

drtrezza@drtrezza.com.br

Acupuntura no tratamento de cefaleia

07/10/2014 13:03

As contribuições da acupuntura sistêmica no tratamento das cefaleias

As cefaleias afetam grande parte da população em todo o mundo, podem variar conforme a intensidade e a frequência e ser extremamente incapacitante.
As cefaleias afetam grande parte da população em todo o mundo, podem variar conforme a intensidade e a frequência e ser extremamente incapacitante.

ANA CAROLINA SPINELLI BORDIN
TAIULA LÁZARA MARIANA BERNARDES DE LIMA
Monografia apresentada ao CETN, para obtenção do título especialista em acupuntura - Bauru 2014.

1- INTRODUÇÃO
O objetivo desse trabalho foi analisar as evidências científicas e as possíveis contribuições da acupuntura sistêmica no tratamento de portadores de cefaleia. As cefaleias afetam grande parte da população em todo o mundo, podem variar conforme a intensidade e a frequência e ser extremamente incapacitante. São importante problema de saúde pública devido ao impacto individual e social que essa condição clínica acarreta, à alta incidência e ao elevado potencial de cronificação, além dos custos econômicos e redução na qualidade de vida que afeta seus portadores. A despeito disso são na maioria das vezes subdiagnosticadas e subtratadas. Várias intervenções não farmacológicas têm sido tentadas para a prevenção de recorrência da cefaleia com diferentes graus de benefício. A acupuntura tem sido empregada com crescente frequência para esta indicação. A acupuntura é uma das ciências mais antigas e mais respeitadas do mundo, em especial na China, onde esta técnica milenar começou a se difundir como segredo de família. A Acupuntura baseia-se na premissa de que existem padrões de fluxo de energia (Qi) em todo o corpo, que são essenciais para a manutenção da saúde. Desequilíbrios ou interrupções neste fluxo energético são tidos como responsáveis pelo aparecimento de doenças.

A Acupuntura tem por objetivo corrigir os desequilíbrios neste fluxo através da estimulação de pontos identificáveis na pele. Além de ser uma terapia fácil de ser aplicada, é eficaz, segura e o mais importante, de rápidos resultados. Esta pesquisa possibilitou compreender que a acupuntura pode ser utilizada como método único de tratamento da cefaleia, uma vez que controla os sintomas e não possui efeitos colaterais.

2- METODOLOGIA
Para compor esse trabalho, utilizou-se a pesquisa bibliográfica que foi considerada a base deste estudo destacando a visão de MALHEIROS (2010) que afirma que esse tipo de pesquisa ocorre quando investigações partem de dados ou de categorias teóricas já trabalhadas por outros pesquisadores, caracterizando-se a partir do registro disponível decorrente de pesquisas anteriores encontradas em documentos impressos como livros, artigos, etc.

MARCONI e LAKATOS (2001) abordam que a pesquisa bibliográfica deve ser desenvolvida para testar e explicar o problema do estudo através de conhecimentos disponíveis precedidos de teorias e informações já publicadas em obras.

Para compor esta revisão bibliográfica foram consultadas as bases de dados eletrônicos: Google, Bireme e Scielo. Como estratégia de busca, foram utilizados os termos: acupuntura, história da acupuntura, cefaleia, acupuntura no tratamento da cefaleia.

Priorizaram-se os periódicos eletrônicos, livros e artigos publicados entre 2000 e 2013 que apresentavam dados relevantes ao tema, no entanto, algumas referências sobre fatos históricos foram publicadas anteriormente a essas datas.

3- CONSIDERAÇÕES FINAIS
A partir da análise de documentos, observou-se a acupuntura é um recurso terapêutico eficaz, principalmente pelo seu efeito analgésico. O que a acupuntura faz é estimular o nosso sistema nervoso central para liberar substâncias que tem função supressora da dor. 
Pesquisas mostram que o melhor estímulo para a liberação de endorfinas é a estimulação dolorosa bem discriminada e de baixa frequência, similar à que é gerada durante a acupuntura.

No ocidente, a acupuntura ganhou credibilidade principalmente por seu efeito no alívio da dor, seja ela de várias origens. Esta é uma das razões para a ênfase atual da pesquisa no estudo dos mecanismos analgésicos da acupuntura.

Com a gama diversa de terapias disponíveis atualmente para o tratamento de diversas patologias, é importante que se pratique uma terapia baseada em evidências. Apenas através de uma oferta de tratamentos efetivos e baseados em pesquisas pode a acupuntura continuar a melhor atuar e a se expandir no sistema de saúde atual.

A acupuntura é amplamente usada para o tratamento da dor de cabeça e pode ser aplicada como uma modalidade única ou como parte de um programa de tratamento mais complexo.

Apesar desta popularidade, ainda existe um debate dentro da medicina acadêmica sobre se a acupuntura tem efeitos além do efeito placebo.

Neste contexto, pesquisas na fisiologia da acupuntura contribuem para o desenvolvimento da neurociência, desde o nível molecular até ao comportamental. Questões que surgem na prática clínica são fontes valiosas para a pesquisa básica dos mecanismos de ação da acupuntura.

Estudos de alta qualidade científica irão certamente pavimentar os caminhos para a aceitação do seu uso em benefício do cliente que sofre de dor crônica assim como de outros distúrbios funcionais.

Através desses estudos foi possível observar que diferentes pesquisadores, concluíram que a acupuntura pode ser utilizada como método único de tratamento da cefaleia, uma vez que controla os sintomas e não possui efeitos colaterais.

Orientado por prof. Paula Milani, adaptado por prof. Brena Montanha